6 de março de 2012

Entrevista com Rober - intercambista

Olá, o primeiro texto da série é sobre um jovem de 26 anos que chegou em Dublin há um mês. O que motivou sua viagem foi a necessidade de um aprendizado mais intensivo - digamos assim - do inglês. O investimento feito no intercâmbio foi de aproximadamente R$ 13.200.




Nome completo: Roberval Soares dos Santos
Idade: 26 anos
Profissão/formação(no Brasil): Analista de Sistemas/Análise e Desenvolvimento de Sistemas
Data em que embarcou para Dublin: 5 de Fevereiro de 2012
Quando pretende voltar: 6 de Fevereiro de 2013
  
Bruna: Por que você escolheu fazer um intercâmbio na Irlanda? E por que Dublin?
Rober Soares: Bom, escolhi a Irlanda devido a facilidade de entrada para imigrantes em comparação com outros países da união europeia. Escolhi Dublin pela localização, pois estou no centro da cidade e daqui consigo ir para qualquer lugar da Irlanda. E também devido a grande diversidade de lojas e comércio.
  
B: Como foi essa decisão? O que te motivou a deixar o Brasil em busca dessa experiência?
RS: A decisão veio depois de ler muitos blogs e acessar as redes sociais. No final de 2010 me formei. Estava trabalhando em uma empresa há cinco anos, no qual não iria ter uma promoção devido a não ter uma fluência no inglês.  Pensei comigo: ou fico mais 5 anos estudando no brasil para chegar a fluência e conseguir mais oportunidades profissionais ou arrisco um intercâmbio.
Isto me motivou a fazer este intercâmbio, pois vivência internacional é uma grande bagagem no currículo.

B: Por que você optou por fechar o intercâmbio diretamente com a escola?
RS: Devido ao valor ser mais em conta do que fechar com uma agência.

B: Como foi esse processo? E como é programa que você irá fazer?
RS: Aconselho entrar neste site para ter uma base de avalição das escolas: http://www.santoirish.com.br/pages/escolas.php. Infelizmente o governo da Irlanda não tem nada que avalie a escola para você ter uma base se a escola é boa ou ruim. Lógico que cada pessoa tem uma experiência, mas nesse site você tem uma base conforme a experiência de outras pessoas...

Após decidir pela escola entrei em contato com ela. Enviei um e-mail solicitando o orçamento. E fechei um curso english bussines que inclui: 6 meses de curso + 6 meses de férias  + Seguro Governamental + Recepção no aeroporto.

Após pagar o curso por transferência bancária, recebi uma carta de aceitação. Com esta carta entrei em contato com uma companhia aérea para efetuar a compra da passagem com desconto de estudante e com a primeira remarcação grátis.

B: Você acha que economizou dessa forma?
RS: Sim, economizei cerca de 5 mil reais.

B: Qual foi o valor do seu investimento no intercâmbio?
RS: Curso: R$ 3 mil
      Passagem ida e volta: R$ 2 mil
      Dinheiro para comprovar na imigração (3 mil euros): R$ 8.200

B: Pretende trabalhar durante o intercâmbio?


RS: Conseguir emprego aqui não é tão fácil como parece. Aqui é mais indicação e os horários podem interferir no horário do curso.. Como vim para aprender inglês, não posso perder meu foco. Por isso, a princípio, vou só estudar.
B: E como pretende se manter durante o intercâmbio?

RS: Bom essa grana [a que o intercambista é obrigado a levar - no mínimo 3 mil euros] dá para se manter de boas, tipo gastando uns 400 euros por mês da para manter. 

B: Quais são suas expectativas para essa nova experiência? E como estão sendo suas primeiras semanas em Dublin?
RS: Estou aprendendo a cada dia, gosto de desafios. Aqui já tive a oportunidade de conhecer pessoas de várias culturas. Também tem muito brasileiro e têm aqueles que estão sempre dispostos a orientar e ajudar, pois já foram novatos aqui e sofreram muitos.
Gostaria de deixar um trecho do livro MAR SEM FIM,
  li e levo esta mensagem sempre comigo: "Um homem precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar do calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver".


* Imagem retirada do Facebook do Rober (espero que ele não ligue rsrs)

3 comentários:

  1. Ual, e que trecho do livro hein. Quem ja passou por uma experiência dessa sabe como é. Fiz uma pequena aventura em 2006 ao viajar para Lisboa e ficar 3 meses por la. Simplesmente comprei a passagem e fui, rs. Agora, pretendo ir para a Irlanda também para aprender o idioma inglês. Meu ingles é muito básico e estou receoso de nao conseguir ter um bom aproveitamento e passar aperto por esse motivo. agradeço se puderem me orientar (mhballera@bol.com.br). Abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lisboa? Nossa que maravilhoso em!!!... Minhas expectativas para o aperfeiçoamento do inglês estão altas. Mas no final o que vale mesmo é a dedicação para ter um aproveitamento melhor. O meu também não é lá essas coisas, mas vou me esforçar para conseguir me virar lá =)...

      bjão e qualquer dúvida me manda um e-mail - brusouzacruz@gmail.com

      Excluir